quarta-feira, 21 de março de 2018

Histórias... quantas possibilidades!


A literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. É importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas e muitas histórias, pois é através dos livros e contos infantis que a criança assimila a importância de ouvir, contar e recontar. De acordo com Abramovich (2009, p.14), “escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo”.
Incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é muito importante. Neste sentido, a literatura infantil é uma peça fundamental para o desenvolvimento cognitivo e social da criança, sendo que cada criança é um ser particular, cada uma possui suas dificuldades e limitações; exerce papel essencial na aprendizagem. É importante entender como se dá o processo de formação da leitura. Pais e docentes precisam saber como podem estimular este processo que será significativo por toda a vida. A influência dos pais na formação de leitores é grande porque eles são grandes incentivadores na formação dos hábitos na criança que estarão presentes desde a infância até a velhice, além do contato com o livro e a rica aprendizagem, surge aí o gosto pela leitura.” Trecho do blog da Geralda
Bettelheim (1980, p. 15) ressalta que: Os contos de fadas proporcionam diversos sentimentos na criança como fantasia, medo, alegria e tristeza, o que é importante para a criança aprender a lidar com estas emoções.


Segundo Gilda Rizzo ouvir histórias é uma das atividades mais importantes do currículo pré-escolar e deve ser uma das atividades de rotina, pois desenvolve atenção, imaginação, observação, memória, reflexão e linguagem. A contação de histórias pode visar vários objetivos e utilizar de várias técnicas.
Hoje venho apresentar uma utilizada pela professora Carina do primeiro período 2, do primeiro turno com o objetivo de detonar o projeto “Animais em Perigo” (em extinção). Ela se vestiu de Chapeuzinho Vermelho e contou a história: “A verdadeira história de Chapeuzinho Vermelho”. Nela aparece a carta que o lobo escreveu para a Chapeuzinho Vermelho pedindo ajuda para se tornar bom. A professora aproveitou e explorou gênero textual escrevendo com a crianças a resposta à carta do lobo e convidando-o para visitar a escola. As crianças estão ansiosas pela resposta.








quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Informática & História na Educação Infantil


PROJETO DE ÁUDIO
SENTA QUE LÁ VEM A HISTÓRIA
A Educação Infantil é uma fase escolar importantíssima, uma das etapas mais importantes do desenvolvimento das crianças, em seu aspecto físico, intelectual e socioemocional.
Visando enriquecer o trabalho, a SMEVR oferece Informática Educativa aos nossos alunos.
No Laboratório de Informática neste ano de 2017, trabalhamos o projeto “Senta que Lá Vem a História”. 
História é uma atividade que oportuniza trabalhar com diversos Campos do Saber. O campo tecnológico foi explorado com o projeto citado, pois permitiu gravar uma história com as crianças, inserindo sons, ora produzidos por elas ora buscados da internet. As turmas envolvidas escolheram a história que gostariam de explorar.
No encontro inicial a implementadora contou a história, recontou e explorou a interpretação da mesma junto com as crianças.
 

Em outro momento analisamos cada cena refletindo sobre como iríamos produzir os sons necessários. Combinamos também quem seriam os personagens da história, que foi novamente recontada.
Tivemos um encontro em que a criança que seria a narradora recontou a história para seus colegas.
Em outro momento, gravamos a título de perceber como se dá o trabalho, utilizando o Editor de áudio Audacity.
Foi mostrado para as crianças como cortamos trechos que não foram gravados adequadamente como: barulhos inesperados que não condizem com a história, gravações que não ficaram boas etc utilizando o programa citado.
Finalmente gravamos a história que foi editada pela implementadora, incluindo sons como porta que se abre, sons de passos, de mar etc.
As primeiras histórias foram gravadas utilizando o notebook, mas a última foi gravada utilizando o gravador de voz de celular o que foi sugerido pela Ana Paula, Coordenadora do Projeto Informática Aplicada à Educação de Volta Redonda. A qualidade do som e altura ficaram muito melhores.
 
As duas primeiras gravações foram apresentadas nas salas para as crianças de outras turmas.
A terceira e última do ano foi apresentada no Laboratório para pais das crianças envolvidas e para as outras turmas.
 
 Os pais enviaram mídias de cd-R e, assim, as histórias foram gravadas e as crianças puderam levar o resultado do trabalho para casa.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Biblioteca é Coisa de Educação Infantil! Passeios também.


A turma da sala laranja, da professora Carina, do primeiro turno, iniciou o segundo semestre com uma caixa secreta que ficou por alguns dias lacrada para que tentassem descobrir o que continha nela.
A partir da mesma, foram realizadas várias atividades como: desenhos, gráficos, pesquisa de opinião e histórias coletivas.

Com a abertura da caixa os alunos conheceram diversos tipos de livros e iniciaram o projeto: “Conhecendo o Mundo através dos Livros”. Durante o desenvolvimento do projeto foram feitas diferentes atividades como:
-Pesquisa em casa e na Internet da escola.
-Entrevista com a autora do livro “Praia Vermelha”, Deborah Borges, que é professora na Unidade Educacional.
-Criação de uma receita de bolo que foi batido na sala de aula e assado na cozinha da escola.
-Fizeram ainda um livro de receitas coletivo, cada família colaborou deixando uma receita.
Para finalizar o projeto os alunos fizeram uma visita à Biblioteca Municipal, onde puderam estar em contato com diversos livros e conheceram onde e como são guardados. Lá também puderam ver uma exposição de obras de arte. Foram momentos maravilhosos! Muito ricos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A professora levou para a sala de aula uma imagem de um quadro do pintor Cândido Portinari e através dele iniciaram o projeto: “ As Crianças Felizes de Cândido Portinari”. Com o projeto citado conheceram obras do artista, fizeram pesquisa sobre a vida do pintor, fizeram entrevista sobre brincadeiras antigas que ainda brincam, gráfico da brincadeira favorita da turma, dentre outras.
Visando conhecer espaço de diversão, de lazer foram conhecer o SESC de BM. Lá viram um vídeo sobre a saúde do corpo, participaram de brincadeira com lançamento de dados também falando sobre a higiene e saúde, participaram de uma oficina de arte e brincaram no parquinho.
Assim tiveram mais momentos de felicidade que enriqueceram o projeto e de aprendizado, papel da escola.